Transporte fluvial : a vida dos ribeirinhos no norte do Brasil.

No Comments

Aproximadamente de 12% da água doce superficial do planeta corre em rios brasileiros. A região da Amazônia, por exemplo, detém a maior bacia fluvial do mundo, e os principais rios são o Amazonas, que inicialmente recebe o nome de Solimões, e o rio Negro.
Os ribeirinhos do Amazonas e do Pará, geralmente, são povos tradicionais que vivem do artesanato, da pesca e da agricultura de subsistência. Muitas pessoas moram às margens de rios, sem acesso a transportes rodoviário, ferroviário ou aéreo – o rio, portanto possui um papel fundamental na vida dos ribeirinhos. É através dele que são estabelecidas as ligações entre as localidades com a utilização de jangadas e barcos como o único meio de transporte.
O rio é a sua rua. É nele também que os ribeirinhos executam uma das principais atividades que lhes proporciona fonte de renda e de sobrevivência: a pesca.
Para o ribeirinho, o importante é conseguir se locomover pelas aguas calmas e profundas dos rios, porém com uma embarcação econômica e que seja adaptável ao estilo de vida da região.
Os motores mais populares e com uma relação custo versus benefícios adequados a esse estilo de uso, são os motores da linha a gasolina VANT V4T: 5,5HP, 6,5HP e 7HP, pois além de possuir sistema de arranque fácil, pouca manutenção, baixo nível de ruído, eles são rápidos, econômicos e com peças internas robustas, o que garante uma assertividade na hora da aquisição de um motor que atenda a todas as expectativas em relação ao que tange aos anseios desse consumidor.

VANT: a gente também está no norte. #avantecomVant

 
 

Deixe seu Comentário

Mais notícias

Todos os posts